Suplementação com progestágenos no primeiro trimestre da gravidez pode prevenir aborto espontâneo de causa inexplicável.

Importante estudo publicado recentemente pela Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva, analisou dez ensaios clínicos, incluindo 1.586 mulheres com aborto recorrente.

Os dados agrupados dos 10 ensaios mostraram que as mulheres com história de aborto involuntário inexplicado que foram randomizados para o grupo de progestágenos no primeiro trimestre e antes de 16 semanas, tiveram um menor risco de aborto recorrente  e maior taxa de nascidos vivos em comparação com aqueles que não fizeram o uso da medicação.

Não foram encontradas diferenças estatisticamente significantes nos outros desfechos secundários, incluindo nascimento prematuro, mortalidade neonatal  e anormalidades genitais fetais.

Os resultados fornecem evidências de que a suplementação com progesterona pode reduzir a incidência de abortos recorrentes e parece ser seguro para os fetos. Maiores estudos são necessários para  recomendar a via e a dose da terapia com progesterona.

Nunca use medicamentos sem orientação médica. Procure seu médico e tire qualquer dúvida que tenha sobre o tema.

Obrigado.

Dr. Igor Faria Dutra

Fonte : www.fertstertdialog.com (link da publicação)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s