Obesidade x Fertilidade

Hoje a obesidade é assunto de preocupação em todo mundo e suas consequências são drásticas para a saúde.

Nos Estados Unidos, quase dois terços das mulheres e três quartos dos homens estão com sobrepeso ou obesos, assim como 50% das mulheres em idade fértil.

A obesidade aumenta o risco de hipertensão, dislipidemia, diabetes, doença cardiovascular, apnéia do sono, problemas respiratórios, osteoartrite e câncer, elevando a taxa de mortalidade em todas as doenças.

Quando falamos em Infertilidade também foi encontrado impacto considerável na função reprodutiva, tanto em mulheres quanto em homens.

Nas Mulheres :

  • Disfunção Ovulatória;
  • Redução da resposta ovariana a drogas que induzem a ovulação,durante tratamento de reprodução assistida, gerando óvulos de baixa qualidade e alterando funções do endométrio, o que, consequentemente, leva a taxas de nascimentos mais baixas; 
  • Aumenta o rico de complicações maternas e fetais durante a gravidez.

Nos Homens:

  • Piora na qualidade seminal com menor número de espermatozóides no sêmen, além de alteração na sua motilidade;
  • Menor produção de testosterona, em decorrência de alterações metabólicas e do aquecimento testicular pelo excesso de tecido adiposo, podendo levar também à disfunção erétil. 

Porém, vocês já devem ter encontrado inúmeros casais obesos com filhos, não é?

Muitas mulheres e homens obesos podem ser férteis.

Hoje o tratamento de primeira linha é a mudança no estilo de vida. A cirurgia bariátrica é um tratamento adjuvante importante, mas a gravidez em mulheres operadas deve ser postergada por um ano.

Os benefícios de adiar a gravidez para conseguir a perda de peso devem ser equilibrados contra o risco de declínio da fertilidade com o avanço da idade do casal.

Portanto, tente manter hábitos de vida saudáveis. A vontade de ter filhos e vê-los crescer deve ser o estímulo pra isso!

Obrigado!

Dr. Igor Faria Dutra

Fonte das informações deste post:  Fertility and Sterility® 2015;104:1116–26. 2015 by American Society for Reproductive Medicine

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s